COLETIVO ...MESMO ALIENADO

Coletivo mesmo alienado.jpg

Coletivo ...mesmo alienado (Craca e Raphael Franco)

Moto Contínuo, Moto Perpétuo, 2021

madeira, metal, dispositivos eletrônicos de áudio, engrenagem de bicicleta e cornetas acústicas

Ativação da instalação Moto Contínuo, Moto Perpétuo, 2021

Coletivo ...MESMO ALIENADO & convidades

Craca (contrabaixo)

Raphael Franco (didgeridoo)

Thiago Bernardes (tuba)

Edu Marin (percussão)

Ativação da instalação Moto Contínuo, Moto Perpétuo, 2021

Coletivo ...MESMO ALIENADO & convidades

Craca (baixo acústico)

Raphael Franco (didgeridoo)

Erica Navarro (celo)

Giovani Di Ganzá (viola/violão)

Jennifer Cardoso (viola)

Thiago Bernardes (tuba)

Clara Dum (flauta transversal)

Edu Marin (percussão)

Coletivo … MESMO ALIENADO 

…MESMO ALIENADO é o coletivo formado por Raphael Franco e Craca.

 

Raphael Franco

1985, São Paulo, SP

Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Membro fundador dos coletivos Novas Espécies e A Batata Precisa de Você, que promoveu a ativação e realização de ocupações culturais no Largo da Batata (São Paulo). 

Entre suas principais exposições estão o Programa de Exposições do CCSP em 2007, no qual foi contemplado com o prêmio Aquisição; o Salão de Arte de Ribeirão Preto (SARP), em 2006, no Museu de Arte de Ribeirão Preto (MARP) em 2009 e 2015; e a Verbo en 2007 (Galeria Vermelho, São Paulo); além de individuais em Londres, Bruxelas, São Paulo e coletivas na Itália, Espanha, Inglaterra e São Paulo. O artista possui trabalhos em coleções privadas e institucionais, como a da Pinacoteca Municipal de SP (CCSP) e a da Cittadellarte (Itália).

Site: https://raphaelfrancoart.wordpress.com

 

Craca 

1975, La Plata, Argentina.

Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Músico e artista visual. Concentra sua pesquisa nas interfaces entre imagem e som.  

Tem diversas premiações, entre as quais destaca-se o Troféu Catavento, pelo conjunto da obra, na categoria Música Experimental. Teve trabalhos expostos na Bienal de Arquitetura (2018), na BienalSur (Argentina, 2019), no Museu Bispo do Rosário (2015), no Santander Cultural (2011), no EAC Uruguai (2019) e no rural.scapes (2016), entre outros projetos e instituições. Atua também em espaços públicos, com instalações permanentes, e realiza performances audiovisuais. 

Site: https://www.flowcode.com/page/craca