LIA CHAIA

Lia Chaia.jpg

Lia Chaia

Mil Olhos, 2019

vídeo 1'46"

loop 1:9, cor

áudio colaborador: João Marcos de Almeida

fotografia: Bruno Risas

som direto: Juliana R.

edição: João Marcos de Almeida

Lia Chaia

1978, São Paulo, SP

Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Formada em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em paralelo estudou dança e clown. Sua obra transita por diversos suportes e linguagens, como fotografia, vídeo, performance, desenho e instalação. Entre as questões de seu interesse estão as percepções e vivências do cotidiano, como a permanente tensão entre espaço urbano, corpo e natureza. Para dar conta dessa complexa trama de questões, a artista procura refletir, em seu trabalho, sobre a dissolução das fronteiras entre suportes e linguagens. 

Entre as exposições individuais recentes que realizou, estão: Percurso (2019, Galeria Aymoré, RJ); Febril (2019, Galeria Vermelho, SP); Pulso (2017, Galeria Vermelho, SP); É como Dançar sobre a Arquitetura (2016, Instituto Tomie Ohtake, SP); e [Co]Habitar (2016, Casa da América Latina, Lisboa). Entre outras, participou das coletivas: Língua Solta (2021, Museu da Língua Portuguesa, SP) e Matéria-Linha (2021, MuBe –Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia, SP). Em 2020, esteve em Tales from an Old World (LOOP Salon, Museu d'Història de Catalunya, Barcelona) e Clube de Colecionadores de Fotografia do MAM, 20 Anos (Museu de Arte Moderna de São Paulo). Em 2019: Life, Still Life (Galeria Presença, Porto); e Paisajes entre Paisajes (BIENALSUR 2019, Museo de Arte Fueguino, Argentina). Em 2018: Que Barra! (Ateliê 397, SP). Em 2017: How to Remain Silent? (A4 Arts Foundation, Cidade do Cabo/África do Sul); Past/Future/Present: Contemporary Brazilian Art from the Museum of Modern Art (Phoenix Art Museum, Phoenix/EUA);  e  Metrópole: Experiência Paulistana (Estação Pinacoteca, SP). 

Site: https://liachaia.com